Artigos e Crônicas

O Céu e o Inferno

 

A morte é o sono derradeiro.

Como bem disse o poeta:

Morrer é como dormir?

Há que cuidar do sonho,

Pra que não seja um pesadelo ,

O verdadeiro inferno;

Se for bom,

Será o céu de quem mereceu,

Pela vida e toda sua Obra.

 

O inferno é o eterno

Pesadelo,

O sono ruim de quem 

Não bem se comportou,

E vai sofrer  até acordar

Pra nova vida a lhe esperar.

 

Há céu e inferno,

Que na noite se desvelam

Para o nosso entendimento.

 

A pior morte é o pesadelo,

O inferno de quem fez mal

Pro semelhante,

Seu irmão.

Este vai ter de pagar,

Pela hipocrisia,

A mentira,

A devassidão.

 

E para o pecador

Não há perdão,

Senão o prolongado e doloroso

Sonho da dor,

Do culpado, o impostor.

Escrito por:  Nagib Anderáos Neto
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Fale Comigo

nome:

Newsletter

Receba Nossas novidades


Cadastrar

Siga-me

 

Artigos e Crônicas