Artigos e Crônicas

Uma Carta para Alice

7 de Fevereiro de 2013.

O mundo não anda bem, e este não é o país das maravilhas, falta muita coisa. Peço desculpas pela casa mal-arrumada, mas não descuidamos dela, e achamos que você poderá nos ajudar a pô-la em ordem.

A passagem por aqui é interessante, mas é necessário tomar muito cuidado, ser atento, alegre, disposto, aprender a ser amiga para ter amigos; nada mais profundo e maravilhoso que a amizade. Não vivemos para nos isolar, mas aprender, juntos, a mágica experiência de viver, e quem não convive não vive.

      Nos primeiros anos, tudo passa muito devagar, depois, como na ampulheta, o tempo, tal qual a areia, cai, vertiginosamente.

         Terei a felicidade de vê-la hoje, pela primeira vez; olha-la, abraça-la, admirá-la. Uma experiência que vale uma vida. O mesmo que senti, setembro passado, com a chegada de seus primos, Théo e Tito. Logo eles estarão aqui para conhecê-la.

A família cresce e deveremos nos preservar nela. Hoje seremos mais, pois você acrescentará, com seus primos e irmãos, ao grande sentimento, mais força.

A família agradece a sua chegada. Seja bem-vinda.

De seu avô Nagib, com muito amor .

 

Nagib Anderaos Neto
07 de Fevereiro de 2013.

Escrito por:  Nagib Anderáos Neto
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Fale Comigo

nome:

Newsletter

Receba Nossas novidades


Cadastrar

Siga-me

 

Artigos e Crônicas