Poemas

Eu Índio

 

Adoro uma rede,
Uma árvore,
Um pássaro,
Uma tarde na modorra,
A Natureza,
Ver-me ver assim
Nú, na floresta,
E pensar que
Se não pensei
Foi porque não quis.
Ninguém tem culpa,
Senão eu.
Adoro ver-me assim
Na floresta
Sem pensar...
O que será
De mim?
Não sei..,

Escrito por:  Nagib Anderáos Neto
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Fale Comigo

nome:

Newsletter

Receba Nossas novidades


Cadastrar

Siga-me