Poemas

Sócrates

 

Sócrates da pergunta
Do amor à Sabedoria
Valendo a vida vivida
Se planejada e pensada.
 
Personagem de Platão
O filósofo da Caverna
Onde sombras projetadas
Não são o mundo real.
 
Pra poder olhar o sol
Só sair da escuridão
E ver além da aparência
Sem mentira ou oração.
 
Sócrates o não culpado
Injustamente condenado
Escolheu não viver no silêncio
E seguir como moscardo.
 
Despediu-se de esposa e filhos
Tomou do cálice o veneno
E liberado descarnado
Seguiu vivendo encantado.

Escrito por:  Nagib Anderáos Neto
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Fale Comigo

nome:

Newsletter

Receba Nossas novidades


Cadastrar

Siga-me