Poemas

O Menino Sírio Não Morreu

 

Os seres ditos humanos,

Com seus fanatismos, religiões, políticas e mentiras,

Ódio, materialismo e ambição,

São pobres,

De espírito e coração.

 

O garoto sírio não morreu,

Floresceu,

Virou lágrima,

Cresceu no coração

De quem tem esperança

Por mudança.

 

O homem da esquerda e da direita

É cruel, corrupto,

Fariseu.

 

Quantas crianças morrerão?,

Frutos desta corrupção?

Vítimas de fanáticos , muçulmanos,

Judeus e cristãos?

 

O homem se desentendeu com Deus,

E segue sua sina de crente,

Preconceituoso, pouco inteligente.

 

O menino sírio não morreu,

Virou esperança no meu

Coração.

Escrito por:  Nagib Anderáos Neto
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Fale Comigo

nome:

Newsletter

Receba Nossas novidades


Cadastrar

Siga-me