Poemas

A Mosca - William Blake

 

Mosquitinho

Teu brinquedo de verão

Minha descuidada mão

Interrompeu.

 

Não sou também como tu

Um mosquitinho brincalhão?

Ou tu talvez

Um homenzinho voador?

 

Pois que eu danço

E bebo e canto

Até que um cego encanto

Espante.

 

Se o pensamento é vida

Energia e respiração,

E se a sua aspiração

É forte,

 

Então estou com sorte

Pois sou um mosquitinho feliz

Para a vida

Ou para a morte.

 

William Blake

Tradução: Nagib Anderáos Neto

Escrito por:  Nagib Anderáos Neto
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Fale Comigo

nome:

Newsletter

Receba Nossas novidades


Cadastrar

Siga-me

 

Artigos e Crônicas

Últimos Poemas